Fermento em pó X Bicarbonato de sódio

Escrito por:  Priscila Macarons

Domingo à noite, nada para fazer, você pensa que seria legal mandar alguma coisa feita em casa para o lanche do filho e resolve ir para a cozinha. Pega aquele caderninho recheado de receitas que foram dadas pela vizinha, pela tia, pela mãe, pela avó...e seleciona aquela que, checando os ingredientes por cima, você acredita ter todos em casa. E então “mão na massa”!

Eis que, enquanto você adiciona os ingredientes, vai mexendo e conferindo os itens e as quantidades se está tudo ok, de repente percebe que na lista aparece um tal de bicarbonato de sódio. Daí você se lembra que lá na aula de química do colegial o seu professor disse que no fermento em pó tinha bicarbonato de sódio...Nessas horas o que fazer? Jogar a receita toda no lixo? Pedir para a vizinha? (Aqui no interior temos o hábito de fazer isso!) Ou colocar fermento em pó e faço uma oração pra dar tudo certo?

Calma! Muita calma nessa hora! Vamos ver as propriedades do bicarbonato de sódio e do fermento em pó e então saberemos o destino do futuro lanchinho...

Isso tem uma explicação química!

Existem algumas diferenças entre o fermento químico e o bicarbonato de sódio.  O bicarbonato de sódio é uma substância química simples: bicarbonato de sódio puro.

Enquanto o fermento químico, aquele que utilizamos normalmente, é uma substância composta de bicarbonato de sódio combinado com outros sais  ácidos, como o monoidrato de fosfato monocálcico, diitrato de fosfato dicálcico, sulfato de alumínio e sódio. Quanto nome complicado! Pula essa parte!

Tanto o bicarbonato de sódio quanto o fermento em pó servem para tornar a massa leve e fazer com que a massa assada cresça pela produção de milhões de minúsculas bolhas de gás carbônico.

Essas bolhas de gás são liberadas dentro da massa úmida, em seguida o calor do forno as expande até que a massa asse e fique firme e prenda-as no lugar. O resultado você já conhece, é um bolo levinho e alto e não uma gororoba dura e embatumada que se tacar na cabeça de alguém pode matar!

Se ambos fazem a mesma coisa, como eles agem? Eis aqui a diferença minha amiga!

O bicarbonato de sódio assim que entra em contato com a massa úmida ele reage e libera facilmente o gás dióxido de carbono (CO2). Já o fermento em pó, pelo fato de ser uma mistura de bicarbonato de sódio com outros sais ácidos, libera só uma parte do gás quando misturado à massa úmida e o restante quando atinge uma determinada temperatura dentro do forno. Ou seja, para preparações que levam mais tempo para serem assadas, como um bolo, o ideal é utilizar o fermento em pó; porém para se fazer um cookie, que assa mais rapidamente, então você irá utilizar o bicarbonato de sódio.

Respondendo à pergunta feita lá no começo, já temos a resposta...Então, boa sorte e boa química na cozinha!

por Priscila Macarons

 

Essa matéria faz parte da promoção "Mãe também é cultura" e foi amadrinhada por Lívia Maria Veiga Monteiro